Quando pensamos em salsa, pensamos em granulado verde em cima de nossos bifes, nossos guisados ​​e nossos pratos de arroz. Salsa ou Petroselinum crispum, seu nome científico, é um tipo de planta pertencente ao gênero Apiaceae. Esta planta é cultivada como uma erva, uma especiaria e um vegetal. Acredita-se que a região do Mediterrâneo seja a casa da salsa do jardim.

O que é salsa?

A salsa é amplamente usada como enfeite ou cobertura em várias cozinhas europeias, americanas e do Oriente Médio. Também é usado como o ingrediente principal de uma salada, como o Tabbouteh do Líbano e condimentos, como a salsa verde da Itália. Mas o que tem uma salsa que tornou tão especial para os cidadãos conscientes da saúde, nutricionistas e profissionais de saúde?

Benefícios da salsa para a saúde bucal

Ninguém gosta de conversar com uma pessoa que tem mau hálito. Crie o hábito de integrar a salsa à sua refeição. Possui propriedades antibacterianas que inibem o desenvolvimento de bactérias que promovem o mau hálito em sua boca. Você pode mastigar um raminho de salsa após cada refeição para refrescar o fôlego. Comer salsa pode ajudar a eliminar o odor corporal e também tratar a flatulência excessiva.

Vantagens da salsa contra o câncer

Contém um flavonoide chamado miricetina. Miricetina também é encontrada em cranberries, groselhas negras e batata-doce. Quanto maior a miricetina que uma planta contém, mais agressiva ela se torna no combate ao câncer de pele.

A cor verde brilhante da salsa do jardim mostra que ela está completamente repleta de clorofila. A clorofila é comprovadamente eficaz na criação de uma linha de defesa contra agentes carcinogênicos de aminas heterocíclicas que são geradas ao grelhar a carne em altas temperaturas. Carne carbonizada tem sido associada a vários tipos de cânceres. Se você gosta de churrasco, combine com verduras para reduzir os efeitos.

A apigenina também é encontrada na salsa. Pesquisadores conduziram um estudo bem sucedido onde usaram o químico natural para diminuir o tamanho dos tumores causados ​​pelo câncer de mama.

Salsa ajuda no combate a diabetes

Miricetina também é eficiente na prevenção e tratamento natural da diabetes. O referido flavonoide foi avaliado pela sua eficácia na redução do açúcar no sangue enquanto diminui a resistência à insulina no corpo. Também fornece efeitos anti-inflamatórios e ajuda a reduzir a gordura do sangue.

Salsa promove a saúde óssea

A deficiência de vitamina K pode levar a fraturas ósseas. Esta vitamina tem a capacidade de alterar sua matriz óssea. A vitamina K também desempenha um papel crucial na absorção de cálcio e no gerenciamento da excreção urinária de cálcio no organismo. Com apenas 10 raminhos, a salsa pode fornecer uma quantidade adequada de vitamina K que seu corpo precisa.

Tem o conjunto de vitaminas e minerais que ajudam o corpo a desenvolver ossos fortes. A vitamina C também ajuda nesta área, pois o colágeno precisa de vitamina C para ser sintetizado. Você precisa de colágeno para construir o suporte em torno de seus ossos; caso contrário, seus ossos se tornarão frágeis e vulneráveis ​​a fraturas.

Benefícios da salsa

A salsa é um ótimo tempero, e também traz diversos benefícios para sua saúde. (Foto: Baker Creek Heirloom Seeds)

Salsa aumenta o sistema imunológico

Enquanto a vitamina K promove a saúde óssea, a riqueza de vitamina C encontrada nela serve como um excelente estimulador do sistema imunológico. Já é de conhecimento geral que a vitamina C desempenha um papel vital na prevenção de doenças comuns, como gripes e resfriados. A salsa também é uma boa fonte de beta-caroteno. O betacaroteno é um antioxidante que ajuda a proteger o corpo dos radicais livres que aceleram os efeitos do envelhecimento.

Salsa serve como um antibiótico natural

Apesar da crença popular de que é inadequado para pessoas com problemas renais, recomenda-se a salsa entre as poucas ervas que podem substituir os antibióticos na remediação de infecções do trato urinário. A salsa auxilia na manutenção de um trato urinário saudável quando as folhas ou raízes são consumidas.

Salsa mantém o coração saudável

Contém uma quantidade substancial de folato, que está envolvida na replicação de células normais. É uma vitamina B com várias funções, mas acima de tudo, sua função mais importante é combater doenças cardiovasculares. O ácido fólico reduz a homocisteína, um aminoácido que ocorre naturalmente no corpo humano. A homocisteína danifica os vasos sanguíneos, uma vez que atinge altas concentrações. Altas concentrações de homocisteína podem resultar em repercussão negativa na saúde do seu coração. Vasos sanguíneos danificados aumentam os riscos de acidente vascular cerebral. O folato reduz a homocisteína à metionina inofensiva.

Salsa desintoxica o corpo

Os flavonoides apigenina e miristicina que são abundantes em salsa podem aumentar a produtividade das enzimas hepáticas responsáveis ​​pela desintoxicação do corpo.

Também é um diurético. Beba chá infundido com salsa. Esta é uma ótima maneira de desintoxicar seu corpo e aliviar-se da retenção de água e inchaço. Esta pequena erva ajuda a limpar o seu sistema urinário e ajuda a aliviar a tensão dos seus rins.

Salsa na luta contra a artrite

A pequena planta foi avaliada por sua capacidade de combater a artrite. De fato, um estudo foi publicado nos Anais das Doenças Reumáticas, que incluiu 20.000 indivíduos. Aqueles que tinham maior ingestão de vitamina C eram menos propensos a sofrer de artrite. A salsa é abundante em vitamina C, reduzindo a inflamação e os danos da oxidação nas articulações.

Salsa branqueia a pele e dá uma tez mais clara

A glutationa está entre os antioxidantes mais importantes. Sessões semanais de reserva de glutationa ou tratamentos de impulso de glutationa são muito populares na Ásia. Homens e mulheres passam por esse tipo de tratamento para obter uma pele mais branca e mais clara. Se você é jovem e se preocupa com sua aparência, pode branquear sua pele simplesmente integrando a salsa em suas refeições. Há nutrientes na salsa que ativam a produção de glutationa.

A salsa também pode ajudar a reduzir a acne. A vitamina C inibe a inflamação, enquanto a vitamina K acelera a cicatrização da pele e diminui a vermelhidão. Também pode ajudar a diminuir manchas de acne ao longo do tempo.

Salsa promove o cabelo saudável

Antes dos fabricantes de cosméticos criarem shampoos e condicionadores, a salsa era usada como tônico capilar para desinfetar o couro cabeludo, estimular o crescimento do cabelo e dar brilho. A salsa contém um flavonoide antioxidante chamado apigenina. Apigenina controla a perda de cabelo de acordo com estudos recentes. A salsa também contém uma grande quantidade de cobre que ajuda a reter a cor do seu cabelo.

A salsa é uma rica fonte de flavonoides, ácido fólico, vitaminas A, C e K. Uma colher de sopa de salsa seca tem cerca de 12 μg de licopeno, 21,4 μg de alfa-caroteno e 161,4 μg de beta-caroteno. Adicionar ervas e especiarias como a salsa na sua refeição é uma ótima maneira de melhorar a apresentação do seu prato, aumentar seu aroma e adicionar mais sabor sem o sódio desnecessário. Acima de tudo, é uma ótima maneira de adicionar nutrientes essenciais e fazer a maioria dos benefícios de saúde que a pequena erva pode oferecer.

No final, o consumo normal de salsa, ou qualquer alimento em geral, deve ser observado. Consumo excessivo de salsa pode causar efeitos uterotônicos em mulheres grávidas. É a dieta geral e estilo de vida que é importante para alcançar uma boa saúde.

Como vocês consomem a salsa?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)