Se você prestar atenção ao mundo do bem-estar, você deve ter notado que a espirulina se tornou um suplemento básico para comedores saudáveis ​​ultimamente. Enquanto o ingrediente pode parecer estranho aos olhos normais, a spirulina vem com toneladas de benefícios para a saúde. A bactéria da espirulina é basicamente espuma de lagoa, mas é muito boa para sua saúde.

Não se preocupe, você não precisa sugar nada viscoso para colher os benefícios de saúde da espirulina. Aqui, os especialistas explicam por que esse ingrediente é tão bom, além de como adicioná-lo aos alimentos preparados e alimentos que você cozinha em casa.

O que é a spirulina?

A spirulina ou espirulina é uma microalga verde-azulada que normalmente cresce em lagos de água doce, fontes naturais e água salgada em climas tropicais e subtropicais. Como vários suplementos alimentares recentes, a spirulina não é nova no mercado. De fato, pesquisas sugerem que o ingrediente foi consumido em lugares como a África central por séculos.

A microalga é tipicamente seca e triturada. Depois disso, ela pode ser combinada com outros ingredientes de superalimentos, como a maca peruana, ou separada e transformada em um pó que é então adicionado a bebidas ou cozido em alimentos sólidos. Outra opção é consumir a espirulina como suplemento em forma de cápsula.

Quais os benefícios da spirulina?

Quer saber o que a spirulina pode fazer pela sua saúde? Prepare-se para uma longa lista.

A espirulina contém ácidos graxos benéficos, como DHA e GLA, bem como altos níveis de antioxidantes que podem ajudar a proteger o corpo contra o dano oxidativo. A alga também é embalada com nutrientes, incluindo cálcio, niacina, potássio, magnésio, vitaminas do complexo B e ferro. Cálcio, potássio e magnésio são cruciais para a saúde dos músculos, ossos e coração, enquanto as vitaminas do complexo B são responsáveis ​​pela nossa energia. O magnésio também ajuda a diminuir os níveis de estresse.

A espirulina chega a impressionantes 70% de proteína, tornando-se uma fonte estelar de proteína baseada em vegetais, especialmente para veganos e vegetarianos. Apenas uma colher de sopa de espirulina em pó pode fornecer seis gramas de proteína, a mesma quantidade que um ovo.

Embora os ensaios clínicos que estudam os resultados de saúde ligados à ingestão de espirulina sejam limitados, estudos em animais parecem sugerir que as microalgas são dignas de seu superalimento graças a suas qualidades hipolipemiantes – o que significa que ajuda a reduzir o colesterol. A espirulina pode ajudar a reduzir o colesterol LDL “ruim” e aumentar o colesterol HDL “bom”, o que pode reduzir o risco de doença cardíaca.

Spirulina como suplemento

Esse suplemento pode complementar muito bem sua dieta, trazendo diversos nutrientes para sua saúde. (Foto: Shawn Stevenson)

Espirulina e chlorella

Se você sabe alguma coisa sobre produtos derivados de algas, você pode ter ouvido falar da chlorella. Muito parecida com a espirulina, a chlorella é uma forma de algas densas em nutrientes. Mas algumas diferenças importantes distinguem os dois superalimentos. A espirulina é uma cianobactéria (alga verde-azulada), enquanto a chlorella é uma alga verde sólida que contém quase o dobro da quantidade de clorofila. A chlorella tem uma parede celular que é mais difícil de digerir.

Embora sejam semelhantes, cada tipo de alga oferece benefícios diferentes. A espirulina é maior em proteínas e ótimo para energia e desempenho, com algumas pesquisas mostrando que é especialmente benéfico para os atletas e recuperação.

A chlorella é mais conhecida por suas capacidades de limpeza. Chlorella é maior em clorofila, o que a torna fantástica para a desintoxicação de metais do corpo, se eles vem de peixes ou de poluição ambiental. A chlorella também é rica em vitamina B12, uma vitamina energética que é especialmente importante para vegetarianos e veganos.

Como consumir a spirulina?

Quando se trata de ingerir espirulina, você deve começar devagar. Seu sabor tem sido descrito como terroso e muito saboroso, e pode demorar um pouco para se acostumar. Quando estiver começando, adicione a bebidas. A espirulina pode ser acrescentada em smoothies ou sucos. Se adicionar spirulina em um smoothie, certifique-se de incluir muitas frutas ou ervas saborosas, como hortelã para equilibrar o seu sabor potente.

A espirulina também pode ser tomado em forma de suplemento, e você também pode assar com ela. Outra ideia é usar um pó à base de plantas que combine a espirulina com outros ingredientes bons para você. Tenha em mente que a maioria das receitas de smoothies que incluem spirulina só exigem uma colher de chá, então um pouco já te leva longe.

Como vocês consomem a spirulina? Quais benefícios vocês já tiveram do consumo desse alimento?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)