Você já ouviu falar de luteína e provavelmente da zeaxantina, mas não sabe ao certo para quê servem ou por que precisa delas? Bom, além dessas suas substâncias, há também a teína, que vem dessas substâncias. Mas entendendo elas, fica mais fácil compreender os benefícios e vantagens da teína para sua saúde.

Lembrando: não use suplementos sem antes conversar com um nutricionista ou nutrólogo, para manter sua dieta e saúde em dia.

O que é o remédio teína?

A luteína e a zeaxantina são poderosos nutrientes antioxidantes lipossolúveis. Eles fazem parte da família dos carotenoides (pense noo betacaroteno), conhecidos como carotenoides xantofila.

Os carotenoides aparecem na cor amarela e são responsáveis ​​por muitas das cores encontradas em plantas, flores e animais.

Ao contrário do betacaroteno, a luteína e a zeaxantina não são convertidas em vitamina A no organismo. Eles são incorporados nas membranas celulares e outras lipoproteínas do corpo.

No corpo, a luteína e a zeaxantina são encontradas nos tecidos do olho, bem como no sangue, soro, pele, colo do útero, cérebro, mama e tecido adiposo.

A zeaxantina é o que dá ao tecido macular no olho sua característica cor amarela.

O remédio teína nada mais é do que a luteína e a zeaxantina em uma forma de cápsulas ou comprimidos para consumo.

Qual é a diferença entre luteína e zeaxantina?

A luteína e a zeaxantina são conhecidas como isômeros. Isso significa que eles têm fórmulas químicas idênticas; no entanto, há uma pequena diferença em sua estrutura. Essa pequena diferença estrutural altera sua função e significa que eles desempenham papéis ligeiramente diferentes no corpo.

Uma das principais diferenças entre eles é que eles são incorporados nas membranas celulares de diferentes maneiras. Isso também significa que eles absorvem comprimentos de onda ligeiramente diferentes da luz.

Enquanto a luteína e a zeaxantina são encontradas no olho, a luteína é mais proeminente nas bordas da retina e nas hastes do olho, e a zeaxantina é encontrada principalmente no centro da retina.

Fontes de luteína

A teína vem da luteína, e pode ser usada para contribuir para uma saúde melhor e muito mais completa. (Foto: OCCUsharp)

Para quê serve a luteína e a zeaxantina?

A luteína e a zeaxantina são os únicos carotenoides conhecidos que são depositados no tecido retiniano do olho. Acredita-se que eles tenham duas funções importantes na retina. A primeira é que eles têm uma ação antioxidante e protegem as células fotorreceptoras presentes na retina contra possíveis danos causados ​​pelos radicais livres.

Eles também são acreditados para ter a capacidade de absorver e filtrar os comprimentos de onda de alta energia da luz azul. Acredita-se que isso seja protetor, pois uma redução na luz azul que atinge a mácula pode reduzir significativamente o estresse oxidativo na retina.

A luteína e a zeaxantina servem, assim, agem como “óculos de sol naturais” que funcionam como um filtro para a luz azul e podem ajudar a evitar danos às células fotorreceptoras.

Quais os alimentos que contêm luteína e zeaxantina? Qual a dose recomendada?

A luteína e a zeaxantina não são produzidas pelo corpo e devem ser consumidas através da dieta.

A luteína é encontrada em vegetais de folhas verdes escuras, como espinafre e couve, bem como em gemas de milho e ovo. A zeaxantina é encontrada mais proeminentemente em alimentos laranja e amarelos, como com, gema de ovo, laranja, caqui, caqui, tangerina, mandarina e laranja.

Atualmente, não há ingestão recomendada de luteína e zeaxantina; no entanto, estudos clínicos observando os benefícios da luteína e da zeaxantina para a saúde ocular utilizaram doses de luteína entre 6-20 mg por dia e zeaxantina em quantidades de 2-5 mg por dia. Isso significa uma cápsula de teína por dia, pela manhã.

Efeitos colaterais da Luteína

A ingestão da teína não tem registros de efeitos colaterais. Pessoas que consomem grandes quantidades de alimentos ricos em luteína e zeaxantina, como cenouras, frutas cítricas amarelas e verdes, é o amarelamento da pele, condição chamada carotenemia e completamente inofensiva.

Ficou alguma dúvida sobre a teína? Deixem nos comentários suas perguntas para que possamos ajudar!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)